EM BH: Savassi Festival

A galera que curte jazz e música instrumental tem um prato cheio durante a primeira quinzena desse mês! Entre os dias 4 e 12 de julho, rola aqui em BH a 13ª edição do Savassi Festival, um dos maiores festivais dedicado a esse gênero musical do país, que já se consolidou na capital mineira e, desde 2013, também marca presença anualmente na cidade de Nova York.

savassi festival

Além dos shows de jazz e música instrumental em espaços públicos, o festival realiza lançamentos de CDs, concursos, workshops, residência artística, lançamentos de obras inéditas, fomento a colaborações, recolhimento de alimentos não perecíveis e parcerias com comerciantes locais.

Massa né?! Uma pena que é exatamente durante a minha viagem. Para maiores informações como programação e artistas participantes, clique aqui.

Ephigênia Bistrô lança cardápio exclusivo para os veganos e vegetarianos

Você sabe a diferença entre ser vegetariano e vegano? Enquanto o vegetarianismo pode ser adotado por razões diversas, como ética, saúde e religião, o veganismo tem como foco principal a questão ideológica da luta pela libertação e não exploração animal. Ser vegano não é só uma opção alimentar, mas também uma postura ética diante do abuso em relação aos animais.

Eu não sou nem um, nem outro. Respeito e admiro muito quem segue qualquer uma dos dois estilos de vida, se é que podemos classificar dessa forma, mas infelizmente sou carnívora e é quase uma tortura ficar muito tempo sem esse tipo de alimento (ô, exagero!). Ultimamente tenho seguindo um consumo mais consciente dos alimentos em geral, acompanhando de onde eles vem e como são processados, mas ainda não consigo (nem quero) tirar da dieta.

Mas ao contrário de mim, muitas pessoas querem, conseguem e seguem felizes da vida com essas restrições alimentares. Tenho muitos amigos e conhecidos que são veganos ou vegetarianos e já vi como é difícil encontrar opções de pratos e alimentos em qualquer lugar que atendam às suas necessidades. Hoje em dia a preocupação com isso está crescendo, mas o acesso ainda é restrito, especialmente para os veganos, que tem um posicionamento mais radical e não consomem nenhum produto de origem animal, como carne, leite e seus derivados, ovos, mel, etc.

Por isso achei muito bacana a novidade do Ephigênia Bistrô, um restaurante que eu adoro (já falei aqui e aqui) comandado pelo chef Robson Viana, que lançou há pouco tempo um menu especial voltado para essas pessoas (confira as fotos na galeria acima) – e qualquer outra que queira consumir esses pratos rs, já que sem dúvidas são opções mais saudáveis e benéficas para o organismo, independente da sua posição alimentar.

menu-vegano-ephigenia-bistro

Menu vegano: Para a entrada o restaurante oferece salada de risoni com palmito e coco, envoltine de berinjela com salada de broto de girassol e bruschetta de tomate com broto de girassol. Para o prato principal, as opções são a massa de arroz com legumes ou a batata doce com folhas da estação ao aroma de hortelã. Na sobremesa, banana caramelizada com laminas de coco, pudim de leite de coco e abacaxi grelhado.

menu-vegano-ephigenia-bistro

Menu vegetariano: Um suflê de queijo de cabra ao vinagrete de framboesa é a opção de entrada. O prato principal será sempre elaborado pelo chef com uma novidade e para a sobremesa, panacota com calda de frutas vermelhas, torta de pêra com pralinê de castanhas brasileiras e frutas tropicais ao creme de iogurte natural.

Os pratos podem ser alterados durante as semanas, mas o restaurante estará sempre pronto para receber seus convidados que optam por esse tipo de alimentação. E vou te falar? Quero experimentar todos hahaha :P

Boulevard Fashion Design abre inscrições em BH

Os leitores mais antigos lembram que comentei no ano passado sobre o Boulevard Fashion Design, um concurso super bacana promovido pelo Boulevard Shopping, que tem como objetivo revelar novos profissionais no mundo da moda. E agora o mall receberá a terceira edição do evento, que está com inscrições abertas.

O tema escolhido para 2015 demanda coleções inspiradas no “Futurismo”. As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 16 de agosto no SAC do Boulevard Shopping, localizado no 2º piso, durante o horário de funcionamento. A etapa final acontece na Praça de Eventos do shopping, no dia 26 de setembro, com um desfile especial, onde serão selecionados os três vencedores, que receberão até R$ 5.000 em prêmios.

boulevard-fashion-design

As inscrições podem ser feitas individualmente, em dupla ou em trio e os candidatos devem ter mais de 18 anos. Podem participar profissionais do universo fashion, jovens estilistas, estudantes de Moda, estudantes de Belas Artes que ainda não tiveram uma coleção assinada para imprensa especializada, interessados na área e público em geral. Os vencedores da edição 2014 (primeiro, segundo e terceiro lugares) não poderão participar este ano.

Na primeira etapa, os candidatos precisam apresentar seis croquis com ficha técnica e release sobre a coleção, que deve ser inédita. Na segunda fase, um juri especializado selecionará os dez finalistas, que deverão criar três looks para apresentar ao público. A etapa final conta com um desfile onde serão selecionados os três vencedores do concurso. Organizado pela consultora de moda Zoka Vassalo, os critérios de avaliação serão qualidade das ideias, desenvolvimento temático e produto final.

É uma ótima oportunidade para quem quer deslanchar no mundo fashion ;)

Foto: Mateus Baranowski | Dica da Assessoria: Doizum Comunicação

Decathlon: a nova loja esportiva de BH

No finalzinho de março inaugurou aqui em BH uma unidade da Decathlon, uma loja de roupas e materiais esportivos que já é conhecida no mercado nacional e internacional. Eu estava bem curiosa para conhecer, pois além de precisar de alguns itens para a próxima viagem, a propaganda que promove uma loja com mais de 55 modalidades esportivas é, no mínimo, atrativa.

decathlon

Pois bem, a loja de BH fica no Centerminas, que ainda está em construção. Talvez por esse motivo o acesso ainda seja confuso e a loja pareça perdida num estacionamento gigantesco. Mas a estrutura interior é bem bacana. São vários corredores divididos de acordo com o esporte e o sexo (feminino ou masculino), o que facilita demais na hora de encontrar as peças que você procura. Todos os itens possuem etiquetas com símbolos que indicam se é feminino ou masculino, além dos tamanhos – que muitas vezes aparecem com marcação internacional (S, M, L, XL).

decatlhon2-660x330

E tem de TUDO, gente. Desde roupas básicas para academia, até kits completos para esportes radicais como ski e snowboard, esportes aquáticos, ciclismo, golf, tênis, equitação, pesca, acampamento… Enfim, tem bastante coisa para quem procura roupas e acessórios esportivos. A Decathlon trabalha com 20 marcas exclusivas que recheiam a grande parte das prateleiras, além de algumas marcas famosas como Timberland.

decathlon-bh-1

O grande diferencial para as outras lojas é o preço. Realmente algumas linhas tem valores significativamente menores comparados com as concorrentes, mas devo alertar que meu foco durante minha visita foram as roupas de neve e snowboard, então não tenho muito parâmetro sobre todos os esportes. Dei uma olhada bem geral a nível de conhecimento… E claro, como em qualquer lugar, se a qualidade do produto é melhor, o preço também sobe um pouquinho rs.

decathlon-bh

Vale dizer que só vi dois provadores que parecem banheiros químicos espalhados pela loja. São duas casinhas de madeira com um espelho que ficam bem no meio de um dos corredores. Achei bem estranho e desconfortável para experimentar algumas peças. OK que algumas coisas não precisam ser vestidas, outras (como casacos) da para vestir por cima e conferir em algum dos espelhos espalhados pela loja… mas convenhamos que um bom provador faz diferença, né?!

Anyway, no geral é bem válida uma visita especialmente para quem quer investir em uma boa quantidade de materiais esportivos de uma vez. Alguém já conhecia?

O melhor hambúrguer de Belo Horizonte!

Quem me conhece, sabe: não importa qual é o melhor restaurante do mundo que serve o prato feito pelo chef top master das galáxias, muito menos qual dieta restritiva milagrosa vai fazer a balança diminuir… um bom hambúrguer sempre tem cadeira cativa na minha barriga no meu coração. Dá para se redimir sem culpa na esteira depois rs.

E nessa onda de hamburgueria abrindo sem parar na cidade, eu e meu namorado lançamos um desafio pessoal e nos propomos a conhecer as melhores indicações – seja de amigos e familiares, ou de blogueiros e críticos gastronômicos. Aqui no blog já falei de algumas que visitei, mas essa semana finalmente eu posso dizer que encontrei o melhor hambúrguer de BH :D

A recomendação veio de uma página no FB chamada “Em busca do melhor hambúrguer” que indicava o J’s Fine Burguer como o melhor de BH na época, na opinião do administrador. (Nota: Ele posta por lá TODOS os hambúrgueres que ele experimenta, desde fast foods até grandes nomes e, de tempos em tempos, atualiza seu TOP 10 com os melhores da cidade.)

Não teve jeito, a foto dos sanduíches do J’s Fine Burguer não saíam da minha cabeça e eu tive que ir lá experimentar. Nós pedimos o Manhattan, um big sanduba com pão australiano (que nós trocamos por pão comum com gergelim), hambúrguer de picanha 160g, 2x cheddar, 2x bacon, cebolas caramelizadas e um molho que não me lembro qual. E essa é a obra de arte:

hamburguer-manhattan-js-fine-burguer

[Meodeosdocéu, olhem para esse queijo!] Sim, acreditem se quiser… Eu encarei essa orgia aí de cima e fiquei estasiada. É gigante, é exagerado, talvez o dobro de queijo e bacon seja dispensável… Mas valeu cada mordida e todo o malabarismo para um trem desse caber dentro da boca. O sabor é simplesmente INCRÍVEL. Mesmo depois de algum tempo tentando chegar ao fim do sanduíche, o queijo continua derretido, o bacon crocante e a carne vem no ponto certo, acompanhada de pão macio que aguenta segurar todo o recheio (ou quase rs). Absolutamente delicioso!

Prova de que eu não estou mentindo é a fila de espera gigantesca que encontramos em plena terça-feira à noite. Ninguém está nem aí se o local é pequeno, com poucas mesas e se o pedido demora um bocado considerável de tempo para chegar… todo mundo só quer é se deliciar com essa sem vergonhice sem tamanho de gostosa! Aliás, existem umas dragas por aí que tem a ousadia de pedir as opções com duas ou três carnes. Certeza que essas pessoas são alienígenas que não precisam fazer digestão, porque é inacreditável o tamanho desses sanduíches – sem contar as batatinhas.

Enfim… depois desse post quase orgástico, espero que quem gosta de um bom hambúrguer confie na dica, porque vale muito a pena experimentar. Pretendo voltar ao local para conhecer outros sabores e me entupir de calorias, já que o cardápio deles é bem extenso e cheio de combinações interessantes. O preço está dentro do padrão dessas hamburguerias, variando de R$ 19 a R$ 30 e o atendimento não deixa a desejar em nada. Só falta mais unidades espalhadas pela cidade hahaha ;)

Endereço: Rua das Canárias, 651, Santa Amélia – BH / MG.

E aí, vai encarar? :P

Update (05/08/2015): Segunda Visita

Como não poderia deixar de ser, voltei ao J’s Fine Burguer, porque precisava sentir toda essa suculência na minha boca de novo! Na segunda visita fui de Yankee, um sanduíche americano bem tradicional com pão de gergelim, hambúrguer de filé de 160g, cheddar, bacon, cebolas caramelizadas, alface e tomate. No geral, ele é quase igual ao Manhattan. O que diferencia os dois é a carne do hambúrguer e a salada no lugar do double bacon + queijo. O Yankee acaba sendo uma opção mais perto da realidade, tanto no tamanho quanto na quantidade “normal” de queijo e bacon, mas igualmente delicioso!!!

Na segunda visita pude chegar a três conclusões: 1) É realmente a melhor hamburgueria de BH; 2) O hambúrguer de picanha é mais saboroso e temperado do que o de filé, que não deixa a desejar em nada. 3) A fila de espera existe todos os dias e é muito longa. Chegue cedo, bem cedo!

Estou ansiosa pela terceira visita e pelo terceiro hambúrguer. Será que eu vou conseguir zerar o cardápio? :P

Fire 2015: Empreendedorismo e Marketing Digital

A galera que está envolvida na área digital não pode deixar de comparecer ao Fire 2015, um evento que acontece aqui em BH em agosto e reúne os melhores profissionais da área para falar de inovação, empreendedorismo, marketing digital e negócios.

fire-2015

Serão várias palestras com grandes nomes do mercado, confere só:

  • Neil Patel (pela primeira vez no Brasil): Co-fundador do Quick Sprout, KISSmetrics, Hello Bar e Crazy Egg. Considerado pelo The Wall Street Journal como influenciador TOP na web. A Forbes o considera como um dos 10 melhores profissionais de marketing online do mundo.
  • Juliano Prado: Co-fundador da Galinha Pintadinha.
  • Carolina Baracat: Head of Consumer Marketing do Spotify América Latina.
  • Paula Zierget: Gerente de Marketing Digital da Visa.
  • Gui Telles: Gerente geral do Uber São Paulo.
  • Conrado Adolfo: Autor do “Os 8P’s do Marketing Digital” e fundador da Webliv.
  • Érico Rocha: Co-fundador do Ignição Digital e expert do Fórmula de Lançamento.
  • João Pedro Resende: Co-fundador e CEO do Hotmart.
  • Bernardo Porto: Growth hacker e um dos primeiros membros do San Pedro Valley.
  • Eduardo Santorinni: Criador do blog Atitude de Homem, um dos blogs de nicho mais acessados do Brasil.
  • Miguel Cavalcanti: Apresentador do BeefPoint, um dos cinco poadcasts de destaque da América Latina pela The Next Web.
  • Edmar Ferreira: Referência nacional em marketing de conteúdo pela Rockcontent.
  • Gabriel Goffi: O jogador brasileiro de poker mais influente do mundo.
  • Vinícius Possebon: Um dos maiores empreendedores digitais do Brasil.


Bacana demais, né?! E como a agenda ainda não está fechada, pode chegar muita gente bacana para rechear ainda mais esse time de peso.

Por isso, reserve os dias 15 e 16 de agosto e faça sua inscrição no site: www.fire2015.com.

Sushi2Go: delivery japonês em BH

Já indiquei no insta e no snap, mas agora é hora da resenha completa! Na última sexta-feira recebi um menu especial do Sushi2Go, que deixou o Dia dos Namorados ainda mais gostoso. Eu também não conhecia a empresa, mas depois de experimentar os serviços posso afirmar que está entre os melhores deliverys de comida japonesa de BH – pelo menos entre os que eu conheço.

delivery-comida-japonesa-sushi-sushi2go

Recebemos uma caixinha com 40 peças que estavam simplesmente deliciosas, fresquinhas e super bem montadas. O pedido vem embalado em uma caixinha super charmosa (e rosa!) e vem tudo organizado, no nosso caso, em duplas e quartetos de sashimis. E o sabor é incrível, principalmente por ser delivery, não se perde em nada. Vale dizer ainda que chegou pontualmente, o que ganha muitos pontos comigo em entregas de refeições à domicílio. Além de tudo, ganhamos de brinde dois bombons de morango que estavam divinos! #aaaamo

delivery-sushi-comida-japonesa-sushi2go

Esse menu foi especial da data comemorativa e só rolou durante esse final de semana. Mas quem se interessar, pode conferir o cardápio do Sushi2Go que é recheado de variedades: são mais de 80 opções passando pelos tradicionais sushis, sashimis, temakis e yakisobas, até os menu de itens especiais. Dá para inovar sem se cansar com tranquilidade, e ainda esperar combinados especiais para cada ocasião.

O único ponto fraco é que a área de abrangência ainda é restrita. A empresa atende a região Centro-Sul de Belo Horizonte e o bairro Vila da Serra, em Nova Lima. O delivery funciona de terça a sexta, das 18h às 23h30, e aos finais de semana, de 12h às 23h30. Os pedidos podem ser feitos por telefone, site ou pelo app disponível para smartphones.

Alguém já conhecia?

Backstreet’s back… em BH \o/

Foi assim, bem de última hora, que eu resolvi que eu queria ir no show dos Backstreet Boys a qualquer custo. De um dia para o outro eu tive um insight de que não poderia perder mais uma oportunidade de ver a banda que conquistou meu coração há mais de 15 anos atrás. E valeu cada minuto e cada centavo.

backstreet_boys_bh

Foto: Reprodução

Com um ingresso comprado de última hora de uma pessoa que não pôde ir, consegui adentrar na arena do Chevrolet Hall para ver a melhor boy band da história (olha que crítica tendenciosa, hein :P). Assistir a um show do quinteto formado há 22 anos atrás é entrar numa máquina do tempo para reviver os hits e as coreografias que fizeram parte da nossa infância/adolescência. Lotado de mulheres de 20 a 30 anos, o Chevrolet Hall virou palco de muitos gritos histéricos e paixonites agudas.

Como não se empolgar vendo Nick Carter, Kevin Richardson, Brian Littrell, A.J McLean e Howie Dorough juntos de novo, ali na sua frente, dançando as coreografias originais de músicas que nunca vão ficar “velhas demais para escutar”? A nostalgia bate, o encanto se multiplica e de repente você tem 10 anos de novo. E os quarentões, que estão ainda mais bonitos que na era de ouro dos anos 90, mostraram que as boy bands da nova geração tem que comer muito feijão com arroz para alcançar o patamar de BSB.

bsb-bh

Foto: Reprodução

Com direito às tradicionais dancinhas com chapéu, passinhos com microfones nos pedestais e muuuitos rebolados, os Backstreet Boys fizeram um show que vai ficar para sempre guardado na memória. E não precisam de uma mega produção para impressionar. Em um palco simples, montado com uma escada estilo arquibancada e um grande telão de fundo com imagens digitais, a fórmula do sucesso é mesmo a reunião de cinco caras bonitões, sensuais, com estilos diferentes que  cantam, dançam, tocam, interagem com o público e se divertem a cada minuto.

E não bastasse ficar cara a cara com a banda, entre cada uma das três trocas de roupas dos garotos, vídeos nos telões e no fundo do palco traziam um pouco da história, com imagens e gravações antigas que fez muita gente se derreter em saudade. Essa também foi uma oportunidade de divulgar o documentário que será lançado em breve no Brasil e conta muito da trajetória BSB, passando por brigas, revelações, inseguranças e problemas com a família e com drogas.

bsb-bh

Foto: Instagram @ve.costa

Já vi muitos shows importantes de grandes nomes da música na minha vida, mas confesso que esse teve um gostinho especial. Os garotos provaram que ainda tem muito fôlego e as fãs deixaram claro que não importa quantos anos passem, dentro da gente ainda mora aquela garotinha que pregava posters no quarto, aprendia a coreografia e gastava a mesada em todas as revistas em que eles apareciam na capa. Afinal, seremos sempre Backstreet Girls ♥

PS.: Queria ter postado mais coisa no snapchat para vocês acompanharem tudo mais de perto, mas o sinal estava péssimo e minha bateria acabando. Além de que, eu estava mais empolgada em ver o show do que assistir pela tela do celular, motivo pelo qual meus vídeos estão todos tremidos e desfocados rs. Espero que entendam!

Galeria das Flores encanta o bairro de Lourdes

O bairro de Lourdes, em Belo Horizonte, vai ficar ainda mais charmoso e florido! A partir do dia 12 de junho a Galeria Boticelli receberá um novo projeto criado pela empresária Adriana Coutinho: a Galeria das Flores.

galeria-das-flores

Inspirada nas feirinhas do Brooklyn, em Nova York, que são famosas pelo comércio de objetivos inusitados, Adriana teve um insight como alternativa para uma ocupação criativa da galeria, que também conta com sua loja de camisetas, a M’ADRI (já falei dela aqui, lembram?), além de salões de beleza, massagem e estética e escritórios de design e arquitetura.

A Galeria das Flores funcionará na Rua Espírito Santo, nº 2720, todas as sextas e sábados, das 10h às 13h, com venda de flores da estação, montagem de arranjos e também vasos plantados. A cada semana um decorador, designer floral ou paisagista estará presente para auxiliar o público durante a feira.

Bacana, né? Estou morrendo de vontade de dar uma passadinha lá :)

Exposição: Roupas para ler, palavras para tocar

Algumas coisas no mundo da moda me encantam. Entre elas, pessoas que conseguem unir moda e cultura de forma única e especial. É o caso da Luiza Amaral, que me enviou um release super simpático que ganhou espaço aqui no blog pela ideia super bacana do projeto.

LOGO EXPOSIÇÃO

Luiza faz parte de uma das turmas de Design de Moda do UNI BH e, em parceria com os colegas de curso e com o apoio dos professores, lançam agora uma mostra que apresenta o universo de poemas de Carlos Drummond de Andrade traduzido em estampas digitais.

A4- Alice, Athos, Bruna, Luiza e Renata

A exposição faz parte da programação do FLIBH – Festival Literário Internacional de Belo Horizonte, realizado pela Fundação Municipal de Cultura. O projeto vai contar com mais de 50 peças que ocuparão cinco espaços do Centro de Referência em Moda, na Rua da Bahia. A intenção é proporcionar uma experiência provocativa que estimule o público. Segundo a professora Luciana Rothberg, que coordena a mostra, os estudantes terão a oportunidade de expressar a percepção pessoal a respeito da obra de Drummond em imagens estampadas, que formarão um grande mosaico intenso e colorido.

Facebook-AnaFláviaA3 Ana Paula Oliveira

Pensa que lindo, gente? O Centro de Referência em Moda fica na Rua da Bahia, nº 1149 e recebe a exposição entre os dias 10 e 28 de junho. Fica a dica para quem é vidrado nessa dobradinha de moda e cultura ;)